Notícias

Comitê Gestor do Plano Nacional da Cultura Exportadora é criado no Tocantins

29/11/2017 - Daniela Oliveira/Governo do Tocantins

Com o objetivo de aumentar o número de empresas do Tocantins que operam no comércio exterior, além de promover o crescimento das exportações de produtos e serviços, o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden), oficializou a formação do Comitê Gestor Estadual do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), em reunião realizada nesta terça-feira, 28, na Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO).

De acordo com o coordenador-geral de Programas de Apoio à Exportação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Victor Maselli, o PNCE - coordenado pelo órgão - busca, por meio da criação dos comitês estaduais, descentralizar as ações em prol das exportações do País. “As instituições que farão parte desse comitê conhecem os produtores de perto. E essa é a melhor maneira de se chegar até as empresas”, destacou.

O representante do MDIC disse ainda que as exportações podem se constituir em uma alternativa importante para a sobrevivência dos empreendimentos. “As empresas que estão conseguindo contornar esse momento de crise são aquelas que já haviam inserido as exportações no seu planejamento”, reforçou. Dentre outras vantagens, ele destacou que as exportações podem ajudar as empresas a melhorarem seus processos e produtos.

Para o diretor de Desenvolvimento Estratégico e Atração de Investimentos da Seden, Paulo Mendonça, a formação desse comitê permitirá trabalhar não só a cultura exportadora, mas também, ajudar as empresas do Estado a se enxergarem no mercado internacional.  “Essas instituições vão trabalhar diferentes aspectos para o bem do comércio do Tocantins”, acrescentou.  

O Comitê

É um órgão consultivo e deliberativo, sem personalidade jurídica, constituído por representantes de entidades públicas e privadas, que tem como objetivo fortalecer a governança local no sentido de possibilitar o planejamento, a implementação, o monitoramento e a avaliação das ações constantes no PNCE no âmbito estadual de forma conjunta, em consonância e interlocução estadual junto ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O Comitê Gestor Estadual é formado por um titular e um suplente dos seguintes órgãos: Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden); Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto); Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Tocantins (Fecomércio); Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (FAET); Banco do Brasil; Receita Federal; Superintendência do Tocantins da INFRAERO; Superintendência do Tocantins dos Correios.

Dentre as competências do comitê estadual estão coordenar a realização das atividades do PNCE; promover a sinergia entre todas as instituições participantes, para a realização de ações do PNCE; escolher, ao final de cada ano, os casos de sucesso do estado; propor soluções às dificuldades encontradas na execução do PNCE no estado, dentre outros.

PNCE

Durante a reunião o representante do MDIC, Victor Maselli, explicou detalhes do PNCE. O plano é desenvolvido em cinco etapas, que são: de sensibilização; de inteligência comercial, que envolve identificar potenciais mercados externos; de adequação de produtos e processos; de promoção comercial; e, de comercialização. Essas etapas formam a trilha da internacionalização, ou o caminho para uma empresa exportar. 

 

Compartilhe esta notícia