Notícias

Equipe do Governo do Estado e parceiros discutem estratégias de mitigação e adaptação às mudanças climáticas

08/11/2017 - Daniela Oliveira/Governo do Tocantins

Com o objetivo de definir estratégias de mitigação e adaptação às mudanças climáticas, uma equipe do Governo do Estado se reuniu com representantes da Earth Innovation Institute (EII), instituto colaborador da Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF), que busca o desenvolvimento de políticas e regulamentos que ajudem a implementar mecanismos de incentivo à Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal (REDD+) e no Desenvolvimento Rural de Baixa Emissões (DRBE).

O encontro realizado nesta terça-feira, 8, na Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden), contou com a presença do titular da pasta, Alexandro de Castro. “Nesse primeiro momento estamos ouvindo tanto o Instituto, que já desenvolve um trabalho focado na redução de emissões na agricultura e na pecuária, juntamente com os órgãos do governo envolvidos com a produção e o meio ambiente, e, ainda, com representantes do setor produtivo para darmos início a uma agenda que possa fomentar o desenvolvimento sustentável na agropecuária”, destacou.

Na ocasião, foram apresentadas e discutidas as principais estratégias adotadas atualmente pelo Tocantins para o crescimento com baixo impacto e as expectativas para os próximos 20 anos. Na pauta também estavam o estabelecimento de objetivos e metas multisetoriais, a discussão sobre um sistema de incentivos positivos adequados à realidade do Tocantins e a identificação de parcerias.

Uma das representantes da EII, Monica Leal disse que o Tocantins mostrou grandes avanços na redução do desmatamento. Ela falou ainda que a proposta é tentar reunir os envolvidos para a implementação de uma estratégia, que tenha uma visão de futuro com a definição de papéis, para o desenvolvimento sustentável. “Nosso papel é criar oportunidades. Conectar mercados que estão interessados em produtos sustentáveis com jurisdições que estão buscando a sustentabilidade”, reforçou.

Também participaram da reunião a secretária de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Meire Carreira, a subsecretária da Comunicação Social, Ivonete Motta, e representantes da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro), do Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins), do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), da Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja), do OCB/SESCOOP do Tocantins.

REDD+

É um mecanismo que surgiu como forma de incentivar economicamente a redução do desmatamento nos países em desenvolvimento. Esses incentivos visam reduzir as emissões de gases de efeito estufa resultantes do desmatamento e da degradação florestal.

GCF

Tem como objetivo colaborar com diversos atores, incluindo autoridades governamentais, na implementação integrada de ações de REDD+.  O GCF é uma iniciativa conjunta de estados e províncias de vários países como EUA, Indonésia, Nigéria, México e Brasil. Além do Tocantins, os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará e Mato Grosso compõem o GCF no País.  

Compartilhe esta notícia