Notícias

Tocantins participa de seminário sobre produção audiovisual brasileira

04/05/2017 - Daniela Oliveira/Governo do Tocantins

A abertura do I Seminário de Desenvolvimento Regional do Audiovisual - Brasil de Todos os Sotaques, realizado no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira, 4, contou com a presença de secretários, dirigentes e superintendentes estaduais e municipais de todo o país. Representando o Tocantins, a superintendente de Desenvolvimento da Cultura da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden), Noraney Fernandes, explica que o evento é um espaço de diálogo e que permite o intercâmbio entre representantes do setor. 

“O objetivo do encontro é fazer a integração das políticas de regionalização do audiovisual. E ainda conta com a apresentação de técnicos da Ancine [Agência Nacional de Cinema] sobre a realização de convênios para a captação de recursos para projetos nos estados”, acrescentou.

De acordo com a superintendente, o seminário é resultado de uma discussão, já existente, sobre a necessidade de regionalização de conteúdos audiovisuais na programação televisiva. Já as oficinas técnicas devem ajudar, principalmente, órgãos estaduais com relação às operações financeiras e na elaboração de termos de cooperação com a Ancine. “A presença do Tocantins nesse evento é importante para buscarmos apoio para o Estado”, destacou.

O evento é uma realização da Ancine, em parceria com o Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura e o Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Municipais de Cultura das Capitais e Regiões Metropolitanas. A agenda do evento continua ao longo do dia e conta com a realização de três mesas redondas, um painel sobre as Políticas de Regionalização do Audiovisual e com o lançamento da Programação da Linha de Produção para TVs Públicas.

Também serão apresentados os resultados das ações do Programa Brasil de Todas as Telas, que busca a promoção da nacionalização da produção audiovisual brasileira, com a ampliação da produção regional e promoção do acesso de um número cada vez maior de brasileiros aos conteúdos produzidos pelos talentos nacionais.

Além de autoridades estaduais e municipais, o seminário contou com a presença de representantes da indústria audiovisual,  da Associação Brasileira de Televisão Universitária (ABTU), Associação Brasileira de Canais Comunitários (ABCCOM), Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). 

 

Compartilhe esta notícia