Notícias

Pesquisa aponta gargalos da indústria e ajuda a Seden traçar ações positivas para setor

20/11/2018 - Wladimir Machado/Governo do Tocantins

Uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) que aponta os gargalos do setor industrial do Estado, foi apresentada na manhã desta terça-feira, 20, aos técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden). Com base nesses dados, a Seden planeja ações voltadas ao setor para amenizar os problemas enfrentados.

De acordo com a técnica em pesquisa da unidade de desenvolvimento industrial da FIETO, Gleicilene Bezerra da Cruz, a pesquisa tem como objetivo apresentar os gargalos da indústria que são identificados por meio de pesquisa de opinião empresarial. “A pesquisa é apresentada ao governo, visando buscar novos incentivos e a reformulação de alguns já existentes, no sentido ajudar a indústria a resolver os gargalos que impedem o desenvolvimento”, disse.

Segundo os dados levantados foram observados junto ao setor industrial extrativista e da construção civil a elevada carga tributária, além do alto custo da energia elétrica. Também foi observado que a crise econômica do país e o aumento da informalidade causam uma competição desleal que impede o desenvolvimento do setor, dentre outros.

A diretora de Desenvolvimento Econômico da Seden, Juliane Carneiro, destacou a importância da pesquisa para o Governo. “A partir desses os dados atualizados podemos planejar ações que amenizem esses gargalos e ajudem as empresas a se desenvolverem e, consequentemente, favorecendo a geração de emprego e renda no Tocantins”, considerou.