Notícias

Artesã tocantinense é destaque na Feira Nacional de Artesanato

04/12/2018 - Seleucia Fontes / Governo do Tocantins

A mestre artesã Durvalina Ribeiro de Sousa é homenageada na 29ª edição da Feira Nacional de Artesanato – Mestres da Arte e do Artesanato, realizada no Centro de Convenções de Belo Horizonte (Expominas), entre esta terça, 4, e sábado, 9, de dezembro. A tocantinense integra um grupo de 37 mestres dos 26 estados e Distrito Federal, que, além de expor sua arte em estandes, oferecerão oficinas e participarão de Rodas de Conversa com o público. No total, a feira conta com mais de mil estandes, shows e outras atrações.

Durvalina é filha de artesãos da região de Mateiros, no Jalapão, onde aprendeu a trabalhar com artesanato aos 12 anos. Hoje, aos 43, transmite seus conhecimentos ministrando capacitações em associações e em outros estados. Reside em Palmas e comercializa suas peças de artesanato nas feiras da cidade, congressos e feiras nacionais. Sua oficina de técnica em trançado do capim dourado será ministrada nesta quarta, 5.

“O Tocantins comemora o reconhecimento de Durvalina como mestre da arte e do artesanato, em suas diversas práticas e saberes relativo à arte e ao artesanato tradicional, bem como mestre guardiã de memorias marcadas pela herança de antigas matrizes culturais e pela criação de novas técnicas”, enfatiza a superintendente de Desenvolvimento da Cultura, Noraney de Castro, lembrando que neste ano os artesãos tocantinenses marcaram presença nas feiras promovidas pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), realizadas em diversas cidades, como Brasília Olinda e São Paulo .

A Feira

A feira, que em 1989, começou com apenas 60 estandes e 200 expositores, no ano passado contou com 5 mil expositores de todos os estados do Brasil e outros 12 países da América Latina, África e Europa, com cerca de 170 mil visitantes e uma movimentação de R$ 71,4 milhões.

Organizada pelo Centro de Capacitação e Apoio ao Empreendedor (CAPE), a Feira Nacional de Artesanato faz parte do Calendário Brasileiro de Exposições e Feiras, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Também está classificada como evento cultural, através da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura.