Notícias

FAPT divulga ações para fortalecer ciência, tecnologia e inovação no Tocantins

25/06/2018 - Seleucia Fontes / Governo do Tocantins

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (FAPT) realizou na quarta-feira, 23 de maio, encontro com pesquisadores, com o tema “Novas oportunidades e perspectivas para o desenvolvimento científico e tecnológico do Estado do Tocantins”. O evento ocorreu no auditório do Palácio Araguaia, direcionado aos pesquisadores e professores das instituições de ensino e pesquisa de todo Estado, com a meta de divulgar as ações imediatas da FAPT e da Superintendência de Ciência e Tecnologia/Seden.

O professor e presidente da fundação, Márcio Antônio da Silveira, explicou que esse é o momento para que todos os pesquisadores possam mostrar a união da classe e também apresentar as suas demandas. “O nosso objetivo é fomentar projetos que foquem no avanço e na aplicação do conhecimento científico e tecnológico, além disso, valorizar a formação e o aperfeiçoamento dos pesquisadores, para que a ciência, a tecnologia e a inovação sejam vetores de desenvolvimento para o Estado”, afirmou. 

Em nome do Governo do Estado, Rolf Costa Vidal, secretário-chefe da Casa Civil e de Articulação Política lembrou que o setor de ciência e tecnologia precisa de um olhar individualizado e de independência, para que os pesquisadores não precisem buscar outras regiões em busca de aperfeiçoamento. "Desenvolver a pesquisa é ajudar o Estado", completou.

Ações 

Durante o evento, foi anunciada a liberação de recursos para os pesquisadores do Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS), para as áreas de gestão em saúde, educação em saúde, epidemiologia e vigilância em saúde, sangue e hemoderivados; e assistência em saúde. Os recursos, da ordem de R$ 600 mil, já estão liberados a partir da assinatura do convênio.

Também foi divulgada a abertura de sete editais em parceria com a FAPT/Capes, com recurso de R$ 1 milhão, sendo de R$ 200 mil a contrapartida do Estado.

O presidente da FAPT também anunciou o Programa de Estruturação do Sistema Estadual de Pesquisa, que irá beneficiar cerca de 300 pesquisadores de instituições como Universidade do Tocantins (Unitins), Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Centro Universitário (Unirg). Também falou dos esforços em conjunto com a Unitins para a abertura de mestrados para servidores públicos e especialização para professores da educação básica da rede estadual de ensino.

Na ocasião também foi realizada a entrega de um caminhão para o Centro de Pesquisa Agropecuária da Universidade do Tocantins (Unitins-Agro), e autorização da licitação para a conclusão do Laboratório de Referência Animal (Lara).

Outro anúncio importante durante o encontro foi a autorização de processo licitatório para reformar seis associações rurais do sudeste do Estado do Tocantins, nos municípios de Aurora do Tocantins (Associação comunidade Aurora), Arraias (Associação de pequenos produtores Santo Inácio), Combinado (Associação de Pequenos Produtores de combinado), Lavandeira (Associação Plano Alto), Ponte Alta do Bom Jesus (Associação de Produtores de Caprinos e Ovinos), Dianópolis (Associação Corrente).

Conselho

A posse dos novos conselheiros de ciência e tecnologia no Tocantins foi também ocorreu durante o evento. Os conselheiros são representantes do Poder Executivo e de instituições do sistema estadual de ciência e tecnologia e terão a missão de definir, juntamente com a FATP, os eixos estratégicos de investimento no Tocantins. Tomaram posse Adriana Costa Aguiar, secretária de Educação, Juventude e Esportes, Thiago Pereira Dourado, secretário de Agricultura, Renato Jayme, secretário de Saúde, Augusto Rezende, reitor da Unitins, Luís Eduardo Bovolato, reitor da UFT, Antônio da Luz, reitor do IFTO, Pedro José Ferreira, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, e Amanda Araújo Barbosa, gerente de desenvolvimento da Fieto.